Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nenhures

Nenhures

Crónica dos dias do COVID (18): Fernando Medina

medina.jpg

De vez em quando, mas não é raro, há um amigo que me critica por adjectivar em demasia. Normalmente são amigos adeptos do PS. Ainda ontem alguém me cutucou nesse sentido. Lembro-me desse amigo - que um dia me apresentou a um confrade bloguista, também muito democrático, muito libertário, que acabou a dizer-me que não tenho o direito a criticar as pessoas que não conheço pessoalmente. Ou seja, só posso criticar os conhecidos e não devo adjectivar. É a mundividência PS, decerto.

Este é Fernando Medina, o presidente da câmara de Lisboa, do PS. Muito falado como putativo sucessor de Costa no Rato e em São Bento. Que tudo faz para que Lisboa seja um local de turismo igual a qualquer outro mas com Tejo à frente. Um chuchu daqueles que só criticam os que conhecem pessoalmente ...

Este é Fernando Medina, aproveitando esta dramática situação para fazer esta campanhazita, carregando uma bilha de gás com jornalistas atrás. Estou a descrever, não critico (eu não conheço Fernando Medina pessoalmente, como tal não o devo criticar - ainda que estes socialistas/bloquistas critiquem tudo o que mexe sem o conhecer). E não adjectivo.

Apenas deixo isto, como outros o deixam. Este é Fernando Medina, é o presidente da câmara de Lisboa, é do PS, é um putativo sucessor (e faz por isso) de Costa. E anda agora em campanha, a fingir que distribui bilhas de gás pelos munícipes em dificuldades.

Agora vou ali fora fumar um cigarro. Pois me enervei. Porque nem critiquei nem adjectivei. Apenas descrevi.

(F....-se, como se pode ter um mínimo de dignidade e pactuar com isto?)

2 comentários

comentar postal

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.