Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nenhures

Nenhures

12
Dez20

Ideologia do género

jpt

AR.jpg

Período de nojo (2): estive alguns dias alheado das notícias. Agora, vindo ao rossio deparo-me com algumas pérolas. Não haja dúvidas, o real luso é fervilhante ...

Leio o recente artigo "Mil e uma noites sem Marielle" [Franco], da autoria da social-democrata Joana Mortágua, evocando o assassinato da autarca brasileira: "Vereadora eleita pelo PSOL, negra, lésbica, (...), Marielle exerceu o seu mandato (...) No dia 14 de março de 2018 foi assassinada a tiro e imediatamente o mundo soube que o seu silenciamento teve motivações políticas." Uma justa evocação da assassinada, um acerado abordar do contexto político que a vitimou. 

Mas há mais, para mim: na esquerda (e nalgum centrismo) comunitarista - em particular nas secções feministas e racialistas - muito se contesta a existência de uma qualquer "ideologia de género". Dizem-nos, a nós que a reconhecemos, que somos do piorio. Mas é nestas coisas, nestas amputações cirúrgicas, que ela é tão reconhecível. Ao ler o texto (justo, sublinho) logo me lembrei deste meu texto de blog (Março de 2018): "Sopesar os pesares". No qual abordei esta óbvia deriva da ideologia de género: como a elite política portuguesa se mostrou pesarosa diante do assassinato de uma vereadora de um município do Rio de Janeiro mas sem qualquer pesar pelo assassinato do presidente do município de Nampula. Face ao então invocado, tal como agora, a única diferença que se podia e pode encontrar é esta: a assassinada era negra e homossexual; o assassinado era negro e heterossexual. 

E por isso mesmo, três anos depois, nenhum social-democrata português publica uma invocação de Mahamudo Amurane, presidente do conselho municipal de Nampula, assassinado no dia da Paz (4 de Outubro) de 2017.

(E ainda me irão chamar reaccionário, homofóbico, misógino e outras coisas que tais, por um textinho destes. É a social-democracia que temos ...)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Quem somos

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub